terça-feira, 27 de maio de 2014

diário

Ele saiu nervoso batendo a porta
E eu já arrependida não quis por orgulho chamá-lo de volta.
Fiquei imaginando ele saindo
ganhando a rua 
indo embora.
Até que disse pra mim mesma: "foda-se meu orgulho"
E liguei para ele. "Volta" - eu disse manhosa.
Ele foi firme: "Se eu voltar sabe o que vai acontecer né?"
Eu não apenas sabia como queria.
Ele voltou, abri a porta e ele já ali me pegou
devorou
desfrutou
e saciou.

8 comentários:

  1. E eu gosto muito desta sexualidade explícita, desta sensualidade a flor da pele. Delícia demais fazer as pazes de corpo, mente e alma. Sempre uma delícia estar aqui, Dama. Beijos, sua linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que gostou... fico feliz e animada rs
      bjos

      Excluir
  2. É isso que chamamos...
    Tesão à flor da pele!
    BJOS

    ResponderExcluir

Seja bem vindo, mas seja gentil. Comentários idiotas serão ignorados.